sábado, 18 de fevereiro de 2012

A presença do Carnaval em Blumenau - Uma reflexão de Edimar Schreiber


Aconteceu um debate de maneira natural e espontâneo, em uma rede social pública e muito conhecida, do qual participamos, sobre a festa de carnaval na cidade de Blumenau e seus moldes dentro da identidade da cidade. 
Apreciamos a exposição do Sr. Edimar Schreiber sobre o tema.

Sr. Edimar, em família, no C.C. 25 de Julho de Blumenau
A contribuição do Sr. Edimar Schreiber, através da reflexão a seguir...


Blumenau “Vende” a imagem de que somos uma cidade onde se cultiva a tradição alemã. Na prática, sabemos que as coisas não são bem assim. Nossos Bailes de REI estão sendo descaracterizados, a preservação do idioma e, principalmente, dos dialetos esquecidos. Nem vou falar da Oktoberfest...
Esse conjunto está mudando nossa IDENTIDADE. No passado os alemães que migraram para cá e trouxeram o desenvolvimento para a região, trazendo consigo uma característica de ser UMA REGIÃO DE INOVAÇÃO, ou seja, trazendo progresso, sem esquecer-se de sua IDENTIDADE. Hoje, no nosso mundo contemporâneo, as identidades culturais estão sendo preservadas em núcleos culturais.
 Pois bem, ai está um o problema. Estamos novamente recebendo migrantes que vem em busca do PROGRESSO pessoal, baseados na IDENTIDADE da cidade. Como podemos manter, fortalecer e enaltecer nossa identidade se a cada modismo que chega à cidade, entramos em debates sobre a viabilidade disso ou daquilo?
 Carnaval em Blumenau, sempre ocorreu nos clubes, como por exemplo: Subtenente, os bailes de máscaras, assim como os blocos de sujo. Estes últimos, saiam na quinta feira ou na sexta feira antes do carnaval. Alguém lembra que o CCT Concórdia da Velha, fazia um baile caipira famoso na cidade?
 Não sou contra nenhuma manifestação cultural em Blumenau, mas nossos coordenadores das atividades culturais, não podem perder de vista a IDENTIDADE da cidade, estopim motivador para o que a mesma é hoje.
É claro, que a presença do carnaval é válida, mas precisamos prestar atenção na preservação da nossa IDENTIDADE,que hoje está sendo feita apenas pelos Clubes de Caça e Tiro, os quais estão ficando no passado, sendo alvo de aculturação por outras culturas, sofrendo mudanças que prejudicam a preservação de nossa IDENTIDADE - (Faço excussão ao 25 de Julho de Blumenau). 
Todos nós, moradores da cidade, temos a obrigação de preservar a IDENTIDADE da cidade que está sendo deixada de lado em nome de uma vida cosmopolita, de modismos e aculturações, os quais, na cidade de Blumenau, pelas suas limitações geográficas, (em minha opinião), não comporta.

ALGUÉM AI VAI DEIXAR DE EXISTIR... 
Alguém ai ainda sabe me dizer, qual é a nossa identidade? 
Nossos filhos ainda conhecem a identidade da cidade?

Edimar Schreiber




Em breve, um pouco sobre o carnaval na Alemanha.





Nenhum comentário: