quarta-feira, 25 de julho de 2012

25 de Julho - o Dia do Imigrante / Colono / Imigração Alemã


Hoje é um dia de Homenagens - Dia 25 de Julho

Um pouco de uma postagem feita para este dia 25 de julho, em outro tempo....que hoje é atual.

Por que comemoramos o dia 25 de Julho - O dia do Colono?

A região sul do Brasil, até a chegada dos primeiros imigrantes, era habitada pelos povos nativos das tribos tupi-guaranis que mantinham a sua sobrevivência através da agricultura e da caça.

O local de suas plantações tinha a duração média de uso de cinco a seis anos. Quando o solo estava esgotado e caça quase inexistia mudavam para outra região onde se fixavam novamente dentro deste tempo.


O encontro das culturas dos nativos e dos imigrantes europeus (portugueses, espanhóis, italianos e alemães, etc) quase sempre foi conflituoso.

Até meados do século XIX, a ocupação da região fora feita somente porimigrantes portugueses, espanhóis e seus descendentes diretos, já nascidos noBrasil. Os portugueses e seus descendentes tinham sua sobrevivência baseada na exploração direta das riquezas naturais, agricultura e pecuária. Os espanhóis, através de ações militares, se impuseram pelas conquistas do território.

Clicar para ampliar

 O resultado destas movimentações sociais resultou em um solo ocupado por etnias resultantes da miscigenação destas raças - da nativa com àquelas que chegaram posteriormente. Este povo desenvolveu a pecuária extensiva nos pampas, a partir das Missões e criaram, de maneira informal, caminhos que cortaram toda a região sul, até o estado de São Paulo e Minas. Ao longo do caminho das tropas, desenvolveram vários núcleos urbanos e fez surgir outras, células de importantes cidades atuais.

Mapa feito pelo imigrante alemão da Colônia de Blumenau, em 1870, - Emil Odebrecht
Caminho das Tropas em Santa Catarina

Região com muitos conflitos e guerras pela posse da terra e delimitação de fronteiras.


Em 1822, quando foi declarado independente, o Brasil não dispunha de um exército eficaz para a defesa de todo o território nacional, principalmente da região sul, na época, uma região subdesenvolvida e muito exposta às investidas das tropas espanholas.
A Imperatriz D. Leopoldina - princesa austríaca, 
esposa do imperador D. Pedro I - real mentora da indepedência do Brasil
Nesta pintura em reunião com o Conselho de Ministros
atuando como regente do Império, em 1822
O governo central brasileiro encontrou solução na  imigração européia, para ocupar a terra e investiu na colonização para a região. Os colonos preenchiam as lacunas de segurança e serviam como exército de reserva naregião sul, onde os espanhóis insistiam em reivindicar suas posses.
 
O governo investiu em propaganda na Europa, para convencer as pessoas a virem com suas famílias para o sul do Brasil e ofereceu vantagens nem sempre cumpridas em sua plenitude. Entre estas vantagens estavam: passagens pagas, direito à cidadania, isenção de impostos e direito à posse de uma ou duas colônias de terra (24 a 48 ha).
 Nesta época, início do século XIX, a Alemanha e a Itália não existiam como países unificados e passavam por intensas transformações sociais em seus territórios com a industrialização tardia e movimentação de pessoas do campo para as cidades. Como já postamos aqui no Blog, a unificação alemã somente ocorreu em 1871. Na mesma época, ocorreu a unificação da Itália, consolidada somente em 1929, com o Tratado de Latrão, entre Mussolini e o Papa Pio XI.
Navio partindo com imigrantes para o Brasil

Imigrante alemães - Século XIX - início
Chegando à terra prometida, os imigrantes se deram conta que o discurso erasomente propaganda e a luta, na qual estavam acostumados a travar pela sobrevivência no solo europeu, teria que continuar. A terra prometida era muito diferente daquela descrita nas propagandas. Eram regiões rudes, desprovidos da infra-estrutura mínima, como por exemplo, estradas e com donos  - os nativos.
 
Imigrantes alemães se instalando em São Leopoldo - RS
 
Primeiros imigrantes na Colônia Dr. Blumenau
 
Esta colonização teve seu marco inicial em 25 de julho de 1824, com a chegada de 39 imigrantes alemães no Porto de Tebas na Real Feitoria da Linha Cânhamo, atual cidade de São Leopoldo, RS.
Mapa alemão de 1905 da colônias alemãs no Brasil
25 de julho foi a data da chegada dos primeiros imigrantes alemães em solo brasileiro, de maneira organizada e em grupo. Desde então, é comemorada a data por seus descendentes, em toda a região sul e em outras regiões do Brasil.
As primeiras atividades destas pessoas, independentemente de sua formação e profissão, foi o de trabalhar a terra para garantir o alimento, este conseguido somente após a primeira colheita.

No C.C. 25 de Julho de Blumenau, esta data culmina com todos os eventos da Semana da Imigração Alemã no Brasil que inicia no próximo dia 22 de julho e termina no dia 30 de Julho.
-----

colonização italiana iniciou somente em 1875 e, em muitos lugares simultaneamente, nos estados de Rio Grande do Sul e Santa Catarina e até mesmo em outros estados.
Imigrantes italianos no Rio Grande do Sul
Sugestão de leitura link abaixo (Ler todos os post´s, seguindo no final deste, encontrar-se-á a indicação dos demais)
É uma merecida homenagem que fazemos a estes pioneiros destacada sua mais valiosa herança que é a manutenção de sua cultura através de seus antepassados.

Nenhum comentário: