domingo, 13 de outubro de 2013

Conversando - Ciclo - Início - meio e fim

Boa tarde...

Tudo, na natureza e no universo, possui um recorte de tempo que delimita seu ciclo, este dividido em: início, meio e fim. 

Nosso ciclo no C.C. 25 de Julho de Blumenau completou, de maneira muito natural, com início, meio e fim. 

As trocas foram intensas e nos possibilitaram "construir inúmeras pontes", embora nosso trabalho, como é muito natural, não foi compreendido por todos. Em alguns momentos tivemos dificuldade em fazê-lo por conta disto. Mas a alegria de outros, os quais acompanhavam este, nos encorajavam a prosseguir, e assim aconteceu, por mais de 3 anos e meio - desde o início da existência do Blog do C.C. 25 de Julho de Blumenau - maio de 2010.

Com este trabalho, conseguimos uma boa equipe e recuperamos o palco  e, este ano, resgatamos o Teathergruppe que apresentará sua peça no encontro de natal, para a alegria da querida Sra. Alda Niemeyer.

 Àqueles, que por motivos pessoais, combatem e opõem-se a este trabalho, criando forças contrárias, dividindo grupos, enfraquecendo o objetivo principal, sugerimos reflexões e ponderações sobre todo este processo. Somos passageiros. 
Seremos felizes, realmente felizes, quando nos percebermos e nos sentirmos em um grupo. Este, orientado para a mesma direção: unidos, irmanados, sem "cabrestos" e ditadura. Sim, ditadura. Aproveitamos para dizer aos amigos, que combatam a ditadura, pois ela é destrutiva, enfraquece e contribui para um ambiente negativo para as práticas das atividades.

Nossa intenção  sempre foi positiva, sem objetivar o retorno material. Através das postagens pretendíamos criar situações para integrar pessoas amigas, dos diversos grupos culturais e esportivos, divertindo-se nos  ambientes do C.C. 25 de Julho, tal como acontece na festa do Natal, todos os anos.

Ficamos felizes porque atingimos, de certa maneira, este objetivo, pois nunca, antes, tivemos tantas pessoas participando de mais de um grupo cultural - de vários grupos culturais, como nos últimos tempos. 

Acreditamos que a energia monetária tem o dom de gerar discórdias e despertar os egos.  Sem ela, já ocorre. Ohh se ocorre. Basta ter um pouco mais de holofote. 
Bobagem isto. Somos passageiros e a  melhor viagem é aquela, na qual estivermos realmente irmanados uns com os outros, sem embates e competições.

Tudo é passageiro, nós somos passageiros e levamos conosco, para o outro lado da ponte, somente os amigos, afetos,  desafetos e o aprendizado adquirido através das experiências, nas quais interagimos  uns com os outros.

Paz e sejam felizes, a partir de suas escolhas, práticas e trocas, verdadeiras e reais oportunidades para que isto ocorra.
Abraços,




4 comentários:

Anônimo disse...

Prezada Angelina, normalmente quando estamos lidamos com pessoas há vários tipos de personalidades, e quando chegamos a conclusão que nosso trabalho em prol do coletivo está trazendo problemas para alguns , e esses não estão nem aí para o grupo e sim para vaidades pessoais, temos que ter a percepção de que temos que deixar um espaço para que estes possam ver como é importante um grupo organizado e forte, mas como disse, as pessoas tem que sentir como é importante este foco. Felicidades e nunca desista deste foco, pois isso que nos faz sermos pessoas civilizadas. Abraços.

Claus Jensen disse...

Boa noite Angelita.
Vi somente agora a sua decisão. Lamento, porque não acredito que ninguém dará uma cobertura tão boa e com intensa paixão como você fez até hoje. Graças a você, os participantes do Centro Cultural 25 de Julho estiveram a par através de imagens e textos dos acontecimentos do Clube.
Espero sinceramente que você volte atrás e continue nos presenteando com sua dedicação.
De qualquer forma, segue meu reconhecimento e parabéns pelo seu excelente trabalho.
Claus.

Lenita Bonelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lenita Bonelli disse...

Angelina, também queremos deixar nosso "reconhecimento e parabéns pelo seu excelente trabalho", no blog, nos grupos, nos eventos e nos bastidores. Você trabalhou, se desdobrou, convenceu, recuperou muitas coisas, construiu novas, foram tantas realizações, muitas nem ficamos sabendo. Como exemplo, você imaginou o Clube com uma representante entre as princesas dos Caça e Tiro. Você iniciou, se esforçou na campanha e quando o clube conseguiu você saiu para outros trabalhos, pois sabia que o restante estava em boas mãos. Nisso vimos como você também confia nas pessoas e as deixa livre para fazerem o trabalho com satisfação. Você mostrou uma forma melhor de trabalho em grupo.